The Great Pendragon Campaign

The Great Pendragon

E então, você gostaria de ser um dos Cavaleiros da Távola Redonda?

The Great Pendragon Campaign é uma mega-campanha para King Arthur Pendragon RPG, que se inicia durante o reinado de Uther Pendragon, passa pelo período de Anarquia entre a morte do rei e a ascensão de seu filho Arthur Pendragon e acompanha o longo e mítico reinado de Arthur. Durante a campanha, os jogadores estabelecerão uma dinastia de cavaleiros que participará das aventuras da Távola Redonda.

Não é uma tarefa pequena. GPC, como é comumente chamada, se passa em um período de jogo de mais de 80 anos. Para que seja manejável, a campanha é dividida em várias fases. A primeira delas é o Reinado de Uther.

A cada mudança de fase, a tecnologia evolui, acompanhando os diferentes períodos do mito arturiano. Assim, no início, durante os dois primeiros períodos, o reinado de Uther e a Anarquia que se segue a morte dele, a tecnologia e a ambientação representam a Alta Idade Média – o período entre o século V e o ano 1.000, puxando para a ideia de Idade das Trevas (e são mais próximas dos livros de Bernard Cornwell sobre Excalibur).

Já durante o reino de Arthur, as armaduras, armas e castelos evoluem e se aproximam cada vez mais da versão medieval dos romances de cavalaria (cavaleiros com armaduras pesadas e castelos com muralhas de pedra), que lembram a Baixa Idade Média e o período do feudalismo mais conhecido, com seus torneios e aventuras místicas baseadas nos romances arturianos.

Os Períodos ou Épocas de jogo

  1. O Reinado de Uther
  2. O Período da Anarquia
  3. O Jovem Rei
  4. O Período da Conquista
  5. O Período do Romance
  6. A Época dos Torneios
  7. A Busca pelo Graal
  8. A Época do Entardecer

Além disso, há dois capítulos especiais sobre regiões importantes do jogo: A Floresta Selvagem e As Terras Devastadas e uma série de apêndices com informações (sobre criaturas, magia, Damas do Lago e religião) e aventuras (O Mercado Goblin) extras.

A Busca pela Glória

Seguindo a estrutura narrativa do Pendragon RPG, cada sessão de jogo narra uma Aventura e, entre cada Aventura, um ano se passa. É a Fase de Inverno, em que os jogadores evoluem o personagem e suas posses e famílias. Aos poucos uma grande história vai se descortinando.

Arte de Pendragon

A campanha de GPC terá lutas contra saxões, torneios, intrigas, disputas com outros nobres inimigos, casamentos, invasões, buscas místicas, encontros com a Dama do Lago e com Merlin, batalhas ao lado do Rei Arthur (ou contra ele). O objetivo dos jogadores é a busca pela Glória (que se ganha ao fazer os deveres de um cavaleiro ou participar de feitos épicos).

A ideia de GPC é justamente facilitar ao mestre narrar esse ambicioso jogo. Não é uma campanha pronta, mas uma sucessão de cenários e ideias de aventuras, com alguns pontos importantes.  Muitos mapas, npc e sugestões de como evocar o espírito da literatura arturiana.

A Saga de uma família

A vida de um cavaleiro era bruta e possivelmente curta. Pendragon RPG não esconde isso. Muito pelo contrário, Greg Stafford, o autor, quis mostrar esse lado.

“As histórias originais (de Arthur) eram entretenimento para homens que conheciam a realidade do combate e eu considerei que diminuir isso seria trair a literatura”.

Greg Stafford

Um personagem pode morrer em uma batalha e o jogador continuará a jogar com o filho deste. Talvez este filho também morra sem herdeiros, mas ele tem um irmão que irá continuar a saga. Isso mesmo, mais do que com um PC, o jogador joga com uma família.

Arte de Pendragon 2

Talvez outro jogador do grupo tenha um personagem que viverá por muitos anos, até que ele sinta o peso da idade (a partir de uma certa idade, os personagens começam a fazer testes e podem sofrer os efeitos da idade) e resolva se retirar dos combates, sendo substituído por seu filho, que carregará parte da glória do pai e entrará na Távola Redonda.

Conclusão

“Eu estive trabalhando neste livro por mais de 20 anos, desde a primeira publicação de King Arthur Pendragon. Ele é a culminação de quarenta anos de pesquisas, diversão e jogo. É uma tremenda alegria poder trazer todo meu amor pela lenda do Rei Arthur para este livro.”

Greg Stafford

O livro é grande, com mais de 400 páginas. A versão física está esgotada. Sua versão digital pode ser encontrada no DrivethruRPG. A leitura é agradável. O livro é dividido em pedaços curtos e nenhuma das aventuras é muito grande.

Arte de Pendragon 3

Talvez seja difícil terminar essa campanha, considerando que ela é tão longa, mas em todos os blogs que eu li sobre campanhas jogadas, os jogadores que jogaram ela sempre falam muito bem. Como um dos pontos altos de suas histórias de jogo. E eu não duvido pelo que li. O complicado é conseguir reunir o grupo para jogar essa mítica campanha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s