Seattle Metroplex: Renton

Renton

“Aqui nós não gostamos de crime” diz a propaganda em Realidade Aumentada 3D na beira da estrada.

Renton é um distrito residencial do metroplexo de Seattle. Mas não é para os ricos (esses moram em Bellevue ou Downtown) nem para os excluídos (que sobrevivem nas ruínas de Redmond e Puyallup).

É um bairro residencial dos escravos salariais que tem um emprego que lhes dá pelo menos acesso a uma moradia quase decente, às vezes até com um pequeno jardim na frente, fingindo que o mundo não mudou tanto nas últimas décadas e tentando esquecer os turnos de 12 horas por dia que trabalham em suas amadas corps.

Renton

O Sonho Corporativo, de que se você trabalhar duro, honestamente e honradamente,  dando o seu melhor para sua Corp, você estará seguro.

A maior megacorp de Renton é a Federated Boeing. A segunda maior fábrica da Boeing em Seattle fica no norte de Renton, próximo ao Lago Washington. Além de intermináveis hangares e prédios de escritório, a fábrica tem sua própria pista de aviões e campo de testes.

A Knight Errant mantém uma academia de treinamento nessa região. Como agora ela é a responsável pela segurança de Seattle, a academia expandiu suas atividades e centenas de guardas são treinados todos os anos aqui. Os bairros de Renton normalmente são os locais em que os novos patrulheiros da KE fazem suas primeiras rondas, aprendendo como se comportar e incorporando o estilo KE de “metahumanos são os suspeitos preferidos”.

A região de pequenos lagos e colinas que faz fronteira com o Conselho Salish-Sidhe é – estranhamente – ainda uma zona agradável, com locais para pescaria e piqueniques. Os velhos parques estaduais de Cougar Mountain e Tiger Mountain acabaram escapando da especulação imobiliária [talvez pela proximidade com as piores partes de Redmond]. Hoje em dia, são um pequeno refúgio com um ou dois resorts de luxo voltados para os altos empresários corporativos e um centro corporativo da Horizon.

No extremo norte, a antiga comunidade de Issaquah Highlands é uma cidade-fantasma, abandonada décadas atrás, após as crise da usina nuclear de Glow Hill (em Redmond) e separada do resto de Renton pelos parques do metroplexo. Grupos de refugiados ocuparam as velhas casas da comunidade.

Policlube Humanis

O problema é que Renton é um dos bastiões do Policlube Humanis desde a Noite da Fúria (o outro é o Distrito de Snohomish, mais ao norte). Na região de Renton, a maior parte da população metahumana foi expulsa (ou morta) naquelas semanas de caos. Muitas vezes por seus próprios vizinhos ou colegas de trabalho, que conheciam há muitos anos. Desde então Humanos compõem a maior parte da população do Distrito. O pessoal daqui ainda se lembra dos “bons tempos antes da globinização”.

Ainda existem metahumanos (até porque a população ork cresceu nos últimos anos e os elfos não são tão discriminados), mas eles moram nos piores bairros e sabem que é melhor não andar muito na rua depois de anoitecer. Esse crescimento da população de metahumanos tem aumentado os protestos dos partidários do Policlube Humanis.

Em Renton, as Patrulhas de Vigilância da Vizinhança ajudam a manter a paz e a segurança nas ruas das comunidades e de ajudar a polícia. Isso se você não for um ork ou troll que dê azar de cruzar com uma dessas patrulhas paramilitares. A verdade é que a maior parte dos membros das Patrulhas é também membro do Policlube Humanis ou simpatizantes. E eles possuem o apoio da Knight Errant, que ignora as “ocasionais” violações de direitos dos metahumanos.

Renton copsOs principais inimigos da KE e das Patrulhas de Vigilância são as gangues de motoqueiros. Principalmente a gangue local, os Blood Mountain Boys. Motoqueiros são sempre suspeitos nesse Distrito de Seattle.

Curiosamente, as Patrulhas de Segurança (e a Knight Errant) tendem a ignorar a gangue de criminosos cromados Night Hunters. Talvez porque seja uma gangue composta somente por humanos e que se diverte em caçar e bater em metahumanos. E depois, em gravar e filmar chips BTLs, que envolvem tortura e violência sem sentido, e que são vendidos no mercado negro.

Coisas interessantes em Renton para Shadowrunners

Um Shadowrunner normalmente não vai pisar o pé aqui. O bairro é um dormitório para os assalariados. Não existem grandes megacorps para invadir. Os shoppings como o Auburn Center e o Renton Center Mall não são voltados para quem vive nas sombras. O Distrito é praticamente tudo o que os runners desprezam: um bastião dos escravos corporativos.

Exceto pela melhor loja de armas da região: a BBC  (Breach, Bang and Clear) Weapon Works. A dona é uma troll ex-mercenária e ela vende boas armas a um preço justo. Você só precisa ter uma referencia para comprar nas mãos de “Momma Dot” Simms.

Além disso, graças às comunidades de trabalhadores de origem estrangeira, existem alguns bons restaurantes em Renton, de culinária azteca, amazônica, filipina, japonesa ou chinesa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s