Jornada em Rokugan: Intriga em Khanbulak

O Magistrado Esmeralda Shinjo Inyou foi enviado à Khanbulak por ordem do Campeão de Esmeralda para julgar uma caso envolvendo um membro do clã da Garça . Ele é acompanhado por velhos companheiros do Torneio de Topázio, entre eles Hida Nori e Hiruma Kyuzo.

Daidoji Isamu, um cortesão da Garça em Khanbulak e filho do Embaixador da Garça, Daidoji Hirata, foi acusado de conluio com gaijins após o anoitecer, dentro dos muros de Khanbulak. 

Antes de partirem da Cidade do Sapo Rico, eles haviam sido informados que dois membros do clã da Garça também estavam a caminho de KhanbulakKakita Toshimoko, um renomado duelista, e Kakita Yukami, Campeã de Topázio no ano anterior ao que Shinjo e os demais participaram do torneio.


Ao chegarem à Khanbulak, são escoltados até o palácio do Khan e recebidos por Moto Arghun, irmão e conselheiro do Khan. Este destaca o guarda Ganshuk para serví-los no que for necessário.

Após o encontro, eles procuram por Moto Erdene, Magistrado local do clã Unicórnio, que lhes dá mais detalhes do caso.

Duas testemunhas, Ide Ryoma e Yasuki Sano, viram o samurai da Garça fugindo da tenda depois que quatro soldados da Guarda Escarlate entraram na tenda. A patrulha era comandada por Moto Bantai. Os outros membros eram Moto Ogudei, Naranbaatar e Otgunbayar. Um dos guardas, o ji-samurai Otgunbayar, foi morto e Daidoji Isamu é também acusado dessa morte. O gaijin conseguiu escapar cortando a tenda e desaparecendo na escuridão das ruas.

Eles resolvem entrevistar as testemunhas antes que os dois Kakitas cheguem.

Ide Ryoma diz que ele e Yasuki-san bebiam um chá na varanda da loja de Yasuki Sano quando viram Daidoji Isamu entrando na tenda em frente. Ele se recorda que viu mais uma pessoa, além de Daidoji Isamu e do gaijin, entrando na tenda. Se vestia como um serviçal e entrou na tenda antes do gaijin. Estava escuro e ele não viu as feições do terceiro visitante.

Yasuki Sano, o comerciante do Caranguejo, que possuí uma tenda em frente à loja viu Daidoji entrando e depois o gaijin. Ele não se recorda de outra pessoa. Quando os guardas chegaram, Daidoji saiu pela frente, mas foi parado por dois dos cavaleiros. Ele não viu o gaijin fugir e suspeita que ele tenha fugido pelos fundos da tenda.

Chengiz, o vendedor dono da tenda em que ocorreu o misterioso encontro, alega que não sabia de nada. Ao anoitecer, ele havia se retirado para sua casa, do lado de fora da muralha, pois como é um ujik não pode permanecer na cidade durante a noite. Após ser pressionado pelos samurais, eles confessa que Daidoji Isamu, um estimado cliente e patrono, lhe pediu para utilizar a tenda e que ele não imaginava que seria para se encontrar com um gaijin. Ao examinar a tenda, Hiruma acha o local em que a tenda foi cortada e, embaixo de alguns tapetes, um prendedor de cabelo feito por artesãos da Garça.

Hiruma e Hida seguem as pistas que encontram e descobrem em um beco estreito entre as tendas uma ponta de flecha com um pedaço de tecido manchado de sangue. Eles também encontram indícios de que mais de um cavaleiro estava ali.

Os guardas não trazem muitas informações. Eles apenas confirmam que foram informados sobre a presença de um gaijin desrespeitando o édito do Imperador e ao chegarem, o gaijin tentou fugir. Moto Ogudei e Narabaantar prenderam Daidoji Isamu. Moto Bantai e Otgunbayar perseguiram o gaijin pelos fundos da tenda, mas este escapou. Eles se separaram e o gaijin matou Otgunbayar.


Daidoji Hirata, o Embaixador da Garça em Khanbulak, felicita Shinjo pela vitória no Torneio Esmeralda e diz que fica contente em ter sugerido a disputa de arco que acabou levando o jovem samurai à Tsuma, dois anos antes.

Daidoji Isamu nega que tenha se encontrado com um gaijin. Ele afirma que viu alguém suspeito na tenda e que entrou lá para surpreender o bandido. Ele mantém sua história, mesmo pressionado pelo Magistrado e por Hiruma.

Na propriedade dos Daidoji, estão também os dois Kakitas recém-chegados. Kakita Yukami relembra o Torneio de Topázio e felicita Shinjo pela honra que lhe foi concedida pelo Campeão Esmeralda Doji Osuno, o que demonstra a confiança que Doji-ue tem no jovem magistrado. Ela diz que compartilha dessa confiança e que vê um grande futuro para Shinjo na Corte Imperial, o que seria um grande orgulho também para Doji Murashige, o Magistrado Esmeralda ao qual Shinjo servia na Capital Imperial. Os dois samurais do Caranguejo sentem a tensão no ambiente, mas ficam calados. Kakita Toshimoko apenas observa, da mesma forma que Hida e Hiruma.


Já é noite quando eles voltam à tenda de Ide Ryoma. Ao procurarem informações sobre o tecido sujo de sangue com Ide Ryoma, eles percebem que este está ocultando alguma informação. Pressionado Ryoma acaba confessando que o tecido fora comprado pela esposa do irmão do Khan, Moto Tseteg, que Shinjo se lembra é uma ujik com a aparência das tribos gaijin.

Enquanto Shinjo conversa com Ide, os dois samurais do Caranguejo ficam do lado de fora da tenda, atentos ao ambiente em volta. Eles são atacados por três homens armados. Dois deles são mortos pelos samurais e o terceiro foge. Hiruma o segue, sem ser percebido.


Hiruma segue o atacante fugitivo até um dos portões de Khanbulak e vê quando os guardas examinam o papel do atacante e o deixam passar. Ele consegue pular o muro e seguir, à distância, o bandido. Ele vai até uma tenda e conversa com um outro homem, que o batedor do Caranguejo consegue identificar como Moto Ogudei, o comandante da patrulha.


No dia seguinte, Mirumoto Ashitaka convida a Moto Tseteg, a esposa do irmão do Khan para uma cerimônia do chá. Ele e Hiruma tentam descobrir o que ela sabe.


Shinjo convoca a todos para o julgamento. Durante o duelo Hida fica encarando Kakita Toshimoko, o duelista do clã da Garça.

Shinjo Inyou oferece à Daidoji Isamu uma escolha entre a morte e se tornar um ronin. Entretanto, Kakita Yukami interfere, pedindo que seja confirmada pelas testemunhas se eles realmente viram um gaijin. Ide Ryoma menciona que não pode afirmar com certeza que era um gaijin, pois estava muito escuro.

Kakita Yukami pede então que seja concedida a decisão por meio de um duelo. Daidoji Isamu escolhe Kakita Toshimoko como seu campeão e o Khan escolhe seu irmão, Moto Arghun.

O duelo resulta na morte de Moto Arghun. Com isso, a inocência de Daidoji Isamu deve ser proclamada. Shinjo menciona que irá escrever um relatório falando da interferência de Kakita Yukami em um julgamento que era de sua responsabilidade.


No caminho de volta para a Capital Imperial, o grupo é alcançado por um Mensageiro Imperial. Ela entrega uma ordem para Shinjo Inyou do Campeão Esmeralda, nomeando-o como Magistrado Esmeralda na Vila das Águas Limpas, uma cidade no território do clã Unicórnio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s