The Armitage Files: I – As Cartas Misteriosas

Cerca de uma semana atrás o Professor Rice descobriu, dentro de sua valise, um estranho envelope sujo de sangue e terra. Dentro uma carta aparentemente escrita por um louco. Ocorre que a letra era igual a minha. Três dias depois, outro documento apareceu. Também com minha letra. As cartas mencionavam lugares, acontecimentos e pessoas estranhos e do qual eu não tinha conhecimento.

Professor Armitage

Para nos ajudar a investigar, meu amigo, Professor Morgan, sugeriu que chamássemos alguns investigadores que haviam nos ajudado alguns anos atrás, em um caso misterioso no vilarejo de Dunwich.

Phil Hughes – Vendedor de Livros

A primeira pista que eles seguiram os levou até um suspeito vendedor de livros que segundo os documentos teria ido até minha casa – o que não ocorreu. Telefonando para o escritório da empresa, eles falaram com a secretária, Srta. Samantha, que reconheceu a descrição do jovem vendedor como Phillip Hughes.

O grupo marcou um encontro com Hughes, em uma cafeteria de Arkham, a Central Perk. Curiosamente, descobriram que Hughes é primo de um dos investigadores – sua mãe, Doris Hughes, fugiu de casa e se casou com um oficial do exército.

Segundo os investigadores, ele também não se lembra de ter me conhecido. Contou histórias estranhas sobre Dunwich e Innsmouth, incluindo um culto macabro desbaratado pela polícia e exército naquela cidade. Também fala sobre os maçons, de quem aparentemente desconfia muito.

No dia seguinte Liam confirma algumas histórias no jornal:
– 1927 Innsmouth – Cidade Costeira, próximo aos Recifes do Demônio. Varias pessoas foram presas depois da polícia desbaratar de uma quadrilha internacional de tráfico de bebidas.
– Ordem Esotérica de Dagon: um culto que teria tomado conta da Igreja metodista de Innsmouth.


New England League of Amateur Astronomers (N.E.L.A.A.)

Outra pista seguida foi uma organização de astrônomos amadores. Os investigadores marcaram um encontro com o líder da organização, Thomas Ongine, fingindo interesse nos astros. Na noite do encontro, na casa do Sr. Ongine, estavam outros dois membros da organização, os Srs. Wilson Smith e Trevor Mcay.

Parece ser um grupo bem normal. Nenhum interesse no sobrenatural, apenas na ciência. Fazem viagens para observar estrelas em locais remotos. Mark pegou para mim dois exemplares do jornal produzido por eles. Nada de estranho nos jornais. Os investigadores foram convidados para fazer parte da liga, pagando a anuidade de 2 dólares.

A única coisa estranha foi que descobriram que muitos anos atrás Ongine consultou um livro que atualmente está na lista de acesso restrito da Biblioteca, o Basel Codex.


O Circo

Uma linha de investigação mais bem sucedida parece ser a do circo ou Carnival. Notícias sobre uma briga em Arkham envolvendo o homem-forte e um anão no Gallway Pub, em French Hill, fizeram com que os investigadores identificassem o circo suspeito como o Circus Ralling Brothers. O circo atualmente está em uma pequena cidade costeira, Marble Head, próxima a Arkham.

Os investigadores informaram que foram até Marble Head e visitaram o circo. O nome certo do homem-forte mencionado na carta misteriosa é Vladimir Krotka. Sergei (Sérgio) é o anão, curiosamente. E não é russo, mas português. Nenhum deles parece misterioso ou ameaçador, segundo os investigadores.

Procurando por pistas, o detetive Copper, conversou com madame Zharov, a cartomante, mas ela se revelou uma charlatã, segundo o detetive.

Uma linha de investigação mais promissora apareceu, no entanto. A pista mencionada na carta os levou ao homem-fera, no freak show, Alf Pivar. Alfie, o “menino-monstro” parece ser o fruto de uma violação de uma mulher humana e algum tipo de criatura. O garoto fugiu de casa e foi adotado pelo circo. Hoje ele faz pequenas apresentações na Sala de Show de Horrores do Circo Ralling Brothers.

Alfie acha que seus pais queriam sacrificá-lo para Dagon, arremessando-o ao fundo do mar. Ernest Pivar, o pai de Alfie, era de Innsmouth. Elaine, sua mãe, era de Ipswitch. Seus pais eram membros da Ordem Esotérica de Dagon. Após ser questionado sobre as Lágrimas de Azazoth, Alfie confessa já ter ouvido algo sobre durante alguma reunião com o pastor de Innsmouth. Ele se lembra do nome do pastor, Joseph.


O Sanatório

No novo sanatório nos arredores da cidade, os investigadores conversaram com o psiquiatra, Dr. Alfreed Rees Wright. Descobriram uma paciente que parece com a foto sem rosto do primeiro documento. Ela aparenta ter uma espécie de paranoia, como se estivesse sendo observada o tempo todo. Os investigadores contaram que ela fez menção à destruição das torres de Nova York – também citada nas notas.

Investigando o local à noite, eles encontraram com a jovem que tentava fugir do sanatório e resolveram levá-la para minha residência.

A jovem foi avaliada pelo meu colega, Dr. Nathaniel Peaslee. Ela atualmente está descansando. Segundo o jornal do dia seguinte, ela chama Sarah Collins. E teve um colapso nervoso, após ter um aborto causado por um acidente de carro. A pobre garota disse que me conhecia, mas descreveu uma versão minha bem mais jovem. Um caso realmente ainda inexplicável. Os investigadores ficaram de visitar o marido e descobrir mais informações.

O marido, Edward Collins, revelou que sua esposa passou a ter alucinações após o acidente de carro. Ela passou a mencionar nomes e pessoas estranhas e falar que o filho deles estava vivo e iria salvar o mundo. As alucinações foram piorando e ela até passou a forjar cartas, segundo o marido. Por isso, ele resolveu interná-la no novo sanatório de Arkham.

A família não teria dinheiro para pagar pelo sanatório. O sr. Collins é um metalúrgico e trabalha em na fábrica das empresas Kitrell. Essa é mais uma ligação suspeita entre as cartas.

O Sr. Collins entregou uma das cartas que a esposa falou que teria recebido de “Henry”. A carta tem a mesma letra minha, mas, mais uma vez, eu não lembro de tê-la escrito. Ele disse que entregou outras cartas ao Dr. Wright, mas essa ele só descobriu depois.

Os investigadores conversaram com Sarah e ela acredita que não teve um aborto após o acidente, mas que o filho foi roubado por homens de olhos esbugalhados e fedidos. Ela também acha que o Dr. Peaslee irá ser assassinado.

A tentativa do detetive Cooper de recuperar os documentos de posse do Sanatório não foi adiante, pois o Dr. Wright disse que eram confidenciais e só poderia mostrá-los com uma ordem judicial.


Austin Kitrell

As notas estranhas mencionavam o sr. Austin Kitrell, rico herdeiro de uma família dona de uma grande empresa petroquímica da região.

Graças às suas conexões com a alta sociedade, o Sr. Barry Mayfar foi convidado para uma festa na casa de Kitrell e levou os outros investigadores com ele. Várias pessoas influentes estavam na festa. Nada de anormal, exceto três figuras suspeitas – um homem e duas mulheres, que estavam em uma mesa no canto do jardim da mansão.

O grupo informou que já estavam próximos de considerar a pista como infundada e que Kitrell seria apenas um rico diletante. Entretanto, eles invadiram a casa e investigaram a biblioteca da mansão, descobrindo uma estante secreta. Aparentemente, o sr. Kitrell é um estudioso das artes ocultas. O sr. O´Gara e o sr. Blackburn roubaram um livro da biblioteca da mansão Kitrell. O livro estava escondido em uma estante secreta. Estranhamente, para minha surpresa, é a raríssima edição de 1623, em latim, do Necronomicon, traduzido por Olaus Wormius. O Sr. O´Gara também tirou fotos de outros livros:

  • Tabuletas de Zanthu
  • A Chave de Salomão
  • Modena Grimoire

A placa do carro velho usado pelas figuras suspeitas é de Insmouth. O detetive Copper conseguiu o nome do proprietário – Ernest Pivar (pai de Alfie, o garoto-monstro do circo). Existe alguma ligação aqui ainda não descoberta? Ele também descobriu o último endereço de Pivar, em Kingsport.

O grupo de investigadores ficou de ir para Kingsport investigar o endereço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s