The Armitage Files V – Mais um Documento Aparece

O que parecia uma peça de mau gosto está se mostrando cada vez mais confuso. Mais um documento apareceu e as pistas se acumulam sem aparente sentido. Tenho receio que minha decisão de buscar ajuda tenha posto os jovens investigadores no caminho do perigo.

Professor Armitage

O telefonema

O jornalista Liam O´Gara relatou que recebeu um telefonema de Alfie, o garoto-monstro do circo, filho do misterioso Ernest Pivar, de Innsmouth. O garoto ligou pois observou um grupo de estranhos que chegou ao circo e tiveram uma discussão com o dono do circo Thomas Ralling, na tenda da cartomante, Madame Zharov,

Lembro do detetive Cooper ter dito que conversou com a cartomante quando investigaram o circo e considerado que ela era uma charlatã.

De qualquer forma, eles marcaram uma ida ao circo no dia seguinte pela manhã.

O Quinto Documento

Mais um fato estranho, pois o Sr. O´Gara descobriu um novo documento em seu escritório do jornal, misturado com as outras pistas. Aparentemente ninguém colocou o documento lá. Ou seja, mais uma vez os documentos são entregues sem que saibamos como ou por quem. Após encontrar o docuemento, o Sr. O´Gara marcou um encontro com o Det. Cooper no pub de Thomas Hughes. Mark também se encontrou lá com eles, por acaso.

Lendo o documento, o Sr. O´Gara disse que ficou lívido, pois viu seu nome escrito no documento, como mais uma vítima… transformado em pó consumido por tcho-tchos orgiásticos ou morto por cianeto.

O documento menciona, mais uma vez as Lágrimas de Azatoth. Além disso alguns hieróglifos que Cooper traduziu como “Cuidado com as Lágrimas de Azatoth” e “Não confie em Azatoth” e uma carta de tarot, escrita Nyarlathotep. Estranha essa menção ao deus maligno egípcio. Devo buscar mais informações no Necronomicon. Talvez alguma informação lá nos leve a descobrir o que são as lágrimas de Azatoth.

O documento também menciona um explorador famoso, Lars Fagerberg, que fez uma expedição ao Vale dos Mortos no Egito, em 1911. Mas que não tem nenhuma relação, que eu saiba, com a Família Marcuzzo, de New York e Atlantic City. Sendo um grande conhecedor sobre o Antigo Egito, Fagerberg pode ser realmente uma pista a ser seguida e nos ajudar a lançar luz sobre esses documentos.

O também mencionado Professor Cecil Davis, por outro lado, é um dos professores da Universidade, mas sem relação com nosso pequeno grupo envolvido nas pesquisas do oculto, pois se trata de um racionalista.

Incidente na Biblioteca

Continuo observando que o Sr. Mark aparenta ter um certo receio de entrar na Biblioteca Orne e uma vez lá dentro está sempre olhando de soslaio ao redor.

Devo anotar que ao saírem de meu escritório na Biblioteca, Mark quase foi atingido por um pesado livro que caiu do balcão do segundo andar. Curiosamente, o livro era uma enciclopédia sobre o Egito e abriu em uma página com uma foto da Expedição Fagerberg. Um dos investigadores pegou o livro para ler.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s