The Armitage Files VIII – Mistério no Kingsport Yatch Club

Os Investigadores e seu Patrono, o Prof. Dr. Armitage

Iate Clube de Kingsport

Examinando novamente os documentos, os investigadores resolveram investigar o Iate Clube de Kingsport. Com a ajuda de uma indicação de Barry, Mark conseguiu ser colocado como ajudante faz-tudo no Iate Clube. Durante as duas primeiras semanas, ele reportou não ter visto nada de anormal. Entretanto, avisou sobre um torneio de tênis e festa no fim de semana. Seria uma boa oportunidade de todos investigarem o clube. Mark faz amizade com um dos bartenders, Charlie.

Barry se inscreveu para jogar no torneio de tênis, mas aparentemente ele não se recuperou ainda da leitura da Bíblia de Dagon e se mostrou ausente durante o jogo, terminando por perder a segunda partida e ser eliminado.

Os outros entraram como convidados de Barry, tentando descobrir algo não-usual no clube.

Liam aproveita para tirar fotos dos convidados. Entre eles tira uma foto de Oliver Gardiner e seu irmão, James Gardiner, com suas mulheres. Depois ele vê a mulher de Oliver Gardiner brigando com seu marido. Ele se aproxima e conversa com ela, que se chama Zora. Ela é uma estrangeira, com um forte sotaque mediterrâneo.

Poker no Iate Azathoth

Barry é convidado para continuar a festa, agora em um jogo de poker no iate particular de Austin Kitrell. As jovens herdeiras que os investigadores conheceram também vão. Mark é chamado por Charlie para ajudá-lo a servir os ricaços, em troca de um dinheiro extra.

A mesa de pôquer reune os irmãos Gardiner e Edwin Carsdale. Barry e Mark reparam que o baralho que está na mesa é uma das cópias do baralho de Modena, idêntico ao que a cartomante do Circo havia recebido de presente.

Mark reparou que a jovem Lucy usava um anel de noivado com uns símbolos estranhos.

Os jogadores e passageiros do iate:

  • Barry
  • Oliver Gardiner – o Presidente do Iate Clube
  • Richard Gardiner
  • Lucy – noiva de Richard Gardiner
  • Elsa Hower
  • Robert
  • Edwin Carsdale
  • Austin Kitrell

O Armazém

Thomas Hughes aproveitou para investigar os armazéns abandonados no terreno do iate clube. Ele conseguiu entrar em um deles e lá dentro descobriu coisas muito estranhas. Debaixo de uma lona, no meio do armazém, estava um submarino americano com um rombo enorme no meio do casco, causado por um impacto de fora para dentro, mas sem sinais de explosão.

Vários caixotes antigos, com sinais de que estiveram bastante tempo no fundo do mar. Dois deles estavam separados e ao abri-los, Thomas encontrou barras de ouro marcadas com o símbolo do Império Britânico.

Ele se escondeu quando dois homens estranhos entraram no armazém. Os dois foram pegar as caixas e Thomas aproveitou para sair e trancá-los lá dentro. Entretanto, eles conseguiram escapar e voltaram até o restaurante do iate clube, onde conversaram com um dos convidados que ainda estava ali. Esse convidado e os dois homens retornaram então ao armazém.

Thomas anotou as placas dos carros que eles usaram para levar as caixas embora.

Mistério na Praia

Ethan Cooper e Liam O´Gara disseram que seguiram a figura misteriosa até uma escada de madeira malconservada que leva até a praia. Eles desceram com cuidado e ao chegar na areia, descobrem rastros de pegadas de alguém calçando um sapato feminino de salto. Alguém usando esse sapato deveria ter dificuldade em descer a escadaria. No entanto, a figura misteriosa desceu mais rápido do que eles. Surpresos, eles seguem o rastro até a parte molhada da areia, onde descobrem um casaco largado. O casaco de quem estavam seguindo. Aparentemente, a mulher que desceu até a praia entrou na água.

Ao longe eles veem um barco, o iate de Kitrell. Ele parece navegar, devagar, pela baía de Kingsport. Eles pegam um bote de madeira pequeno, de pescadores, que estava na praia e começam a remar, passando pela arrebentação. Além do barulho das ondas, um outro som parece ressair. Segundo Liam era apenas o barulho do mar, mas o detetive Ethan Cooper disse ter escutado o som de uma voz feminina cantando em alguma língua desconhecida.

Um relâmpago iluminou a noite. Os dois investigadores dizem ter visto uma figura feminina nua dançando sobre um rochedo no meio do mar. Eles tentam aproximar o barco, sem sucesso. Ethan vê um algo surgir do mar e se erguer em frente a mulher. Segundo ele a forma parecia uma mistura de peixe e homem, mas muito maior que uma pessoa normal. Era uma enorme massa escura no mar, rapidamente direcionando-se ao barco onde Mark e Barry estavam. Assustado, eles remaram de volta para a praia. Liam conseguiu tirar umas boas fotos da cena. Espero que a revelação delas mostre algo.

Segundo Liam e Ethan, Zora Gardiner, esposa de Oliver, era quem estava dançando nua, sobre o rochedo, realizando uma espécie de uma dança estranha, em meio à tempestade que se formava durante a festa no Yatch Club.

Morte no Iate

Mark está servindo as jovens senhoritas no convés, Lucy e Elsa, enquanto os demais jogam lá dentro, quando a chuva aumenta.

Ele avisa às duas mulheres que o mar está ficando perigoso. Ele acabou de servir uma garrafa de champanhe quando escuta um grito. Ele se vira a tempo de ver uma das mulheres sendo arrastada para a água. A outra está gritando ainda. Mark tem a impressão de ver a criatura que arrastou a jovem para a água.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s