Aventuras na Corte de Inverno – Parte II

Na semana que se passa, Kitsu Shin procura por informações na Biblioteca do Castelo Oziru. Entre seus objetivos, está descobrir a localização da vila que o kami lhe mostrou, em que o medalhão da Seita da Terra Pura foi forjado. Uma vila na montanha, perto de um lago. Ele, no entanto, não encontra um mapa das terras do Dragão. Mas consegue outro de seus objetivos. Uma lista dos convidados para a Corte de Inverno.

O Magistrado Esmeralda Shinjo Inyou continua preocupado com a possibilidade de violência e do assassinato relatado pelo yoriki Kitsuki Sanzo não ter sido um caso isolado. Ele encontra com o yoriki, que está hospedado na vila. Sanzo confirma que a vítima – Kitsu Tsubara – morreu decepado com um golpe de katana. Um ato de alguém treinado habilidoso com a espada.

Shika Benkei conversa com os serviçais do castelo, em busca de informações sobre a maldição. As lavadeiras falam que é uma história triste, o daimyo morreu na montanha, em uma avalanche no inverno passado. No mesmo lugar que sua herdeira morreu dois anos antes.

Hida Nori conversa com Akodo Kentai, companheiro do Torneio em Tsuma, e confirma que, para o Leão, o assassinato de Kitsu Tsubara foi obra de saqueadores nas perigosas estradas da Terra da Libélula.

Jantar para os visitantes Imperiais

A chegada de dois visitantes imperiais anima a Corte de Inverno. Um jantar é oferecido para receber Otomo Shintao, Quinto Secretário da Corte Imperial, e Miya Shizuka. Shinjo fica feliz ao encontrar com Shizuka.

Durante o jantar para receber os convidados imperiais, Benkei conversa novamente com a matriarca Isawa Mitsu, que, por um momento, demonstra sua surpresa ao ver mencionada a história da maldição. Benkei espalha o rumor de que há uma maldição na linhagem e o único jeito de afastar a maldição seria casar com um shugenja.

Enquanto isso, Kono continua a colher informações dos recém-chegados, nos estábulos e casas de sakê da vila. Ele descobre que as maiores comitivas são do Dragão e do Leão. A comitiva da Garça é menor, mas ainda numerosa e chegou junto com vários artistas que vieram para as festividades.

Torneio de Arco e Flecha

Para comemorar a visita imperial, o daimyo Isawa Takeda, promove um torneio de arco e flecha. O torneio é realizado no vale, entre a vila e o castelo. Toda a população da região comparece naquele dia ainda agradável de inverno, para os padrões das terras do norte. O torneio é aberto a qualquer samurai, e vários ronins se inscrevem para mostrar seu valor. Vendedores vendem bolos e sopas quentes. Crianças aproveitam para ver os valorosos samurais mostrarem sua habilidade.

Shika Benkei erra o alvo na primeira rodada, mas todos elogiam o seu estilo. Ele é convidado para se sentar na tenda do daimyo Akodo Satoru. Este busca promover os interesses de seu clã e oferecer o casamento de sua filha do primeiro casamento, Akodo Mayumi, com Isawa Takeda. O conselheiro do daimyo, Ikoma Sadao, lembra que Kitsu Shin seria uma boa escolha para casar com a irmã do daimyo, Isawa Asumi.

Pouco a pouco, o número de competidores vai diminuindo. Os vencedores vão avançando, sob o aplauso do público, que se reúne do outro lado da colina para ver o torneio. Kono também erra na primeira rodada. Hida Nori, por sua vez, falha na segunda rodada, à medida que os alvos são postos mais distantes.

Kitsu Shin, enquanto isso, vai se destacando no torneio. Ele e Shinjo passam pelas etapas seguintes, com os alvos cada vez mais distantes. Um arqueiro de um clã menor, Tsuruchi Haneda, se destaca. Miya Shizuka também demonstra habilidade com o arco e flecha. Ela relembra a Shinjo, a época quando os dois também disputaram o torneio de arco em Tsuma, no qual Shinjo foi o vencedor.

Já é a hora do Cavalo quando apenas esses quatro competidores acertam os alvos distantes. E, para aclamação do público, um novo alvo é colocado ainda mais distante, já na entrada da floresta. Desta vez, apenas Kitsu Shin acerta o alvo. Um tiro certeiro bem no meio do círculo, apesar da distância.

Ele é aclamado vencedor e convidado para a tenda principal, onde estão o daimyo e Otomo Shintao. Este tem a honra de entregar a Shin um arco feito pelos melhores artesão do clã, a família Kaito, em seu vilarejo nas montanhas da Grande Muralha do Norte.

Kitsu Shin: Glória +3 e um Arco de qualidade superior

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s