Shadowrun: Megacorps e Dragões

Em um futuro anárquico, dominado por megacorporações e dragões, magia e tecnologia, quando alguém quer fazer uma operação escusa, contrata um grupo de Shadowrunners.

REPITA COMIGO:

Vigie a Retaguarda!

Atire certo!

Conserve munição!

Nunca faça acordos com um dragão!

Seattle Metroplex

Inline image 1

Seattle, uma metroplex na costa do Pacífico com influência das corporações japonesas e negócios com as tribos indígenas independentes da região oeste.

Inline image 4

Seattle está situada entre as montanhas e o braço de mar chamado de Elliot Bay, com um clima chuvoso e nuvens quase sempre presentes, seja de chuva ou de poluição.

seattle (1).jpg

O metroplexo ainda é parte do que restou dos antigos EUA, agora chamado de EUCA, mas fica muito longe da capital e do resto do país na costa leste. Entre os EUCA e Seattle estão as terras dos índios. Ou seja, as corps podem fazer o que quiserem aqui, desde que não atraiam muita atenção do governo distante.

Sua população é de mais de sete milhões de habitantes, boa parte deles vivendo em favelas em torno da cidade, como o perigoso bairro de Redmond, habitado por refugiados expulsos de Salish-Sidhe pelos nativos-americanos.

As propagandas da NEONet são quase onipresentes por toda Seattle. O metroplexo é formado por vários Distritos, cada um deles governado por um prefeito. 

A vista onipresente do Monte Rainier, desde que você não esteja no meio de um monte de torres altas, é uma das marcas do metroplexo de Seattle. 


Downtown

1393023588163O coração corporativo de Downtown é vigiado atentamente pela polícia privada da Cavaleiro Errante e pelas unidades de segurança das megacorps. Eles não gostam de criminosos e runners (as corps odeiam concorrência).

downtown seattle.jpg

Pontos de Interesse:

Arcology Commercial and Housing Enclave (ACHE): uma das maiores construções do mundo. Pertencia a Renraku, que começou a construí-la em 2040 e inaugurou em 2054. Só que, em 2059, uma AI insana tomou o prédio e fez todos os 90 mil habitantes de reféns durante três anos. Depois, o governo conseguiu retomá-la e transformou os 200 andares iniciais em um projeto de moradia pública para 150 mil residentes, se livrando de uma população indesejável. Os andares superiores continuam fechados.

Aztechnology Pyramid: uma puta torre de 72 andares, com um shopping onde se pode comprar tudo de melhor da Az. E onde os empregados da Az moram, assim não tem desculpa para atrasos e ainda gastam seu salário de volta para a Az.

Blue Man Lore Store: uma loja de magia famosa e cara. Tem de tudo, mas o preço é de matar.

Lady Zelda’s House of Wonders: loja de magia mais acessível perto do porto.

Eye of the Needle: o restaurante ultrachique na Torre Giratória Space Needle. Se um Johnson te chamar para oferecer um serviço e marcar um jantar aqui, fique feliz… você está no topo dos runners e vai pegar um serviço que pode te encher de dinheiro ou de balas… por isso, aproveite que o Johnson tá pagando e coma o máximo que puder.

Crime:

  • Máfia: a família Finnigan lidera a máfia de Seattle. Suas áreas de atuação principais são as docas, contrabando, drogas, usura e proteção.
    • Rowena O´Malley é a líder do clã.
    • Al Cavalieri, velho Consigliere da Família, é a principal face da família.
  • Yakuza: a família Shotozumi Gumi comanda as operações da Yakuza em Seattle: proteção, contrabando e entretenimento bunraku.
    • Shotozumi Hanzo é o líder da família em Seattle. Sob seu comando estão os três clãs da cidade.
    • Katsu Takashima, o lendário executor da Yakuza chegou recentemente à cidade.
  • Vry v Zakoone: contrabando e mercado negro é controlado pelo vory Zakoone.
    • Gregory “The Red Stare” Orlov é o brutal líder do vory.
  • Gangues
    • Disassemblers: uma gangue de psicopatas que vendem órgãos de suas vítimas para o Tamanous.
    • Halloweeners: piromaníacos violentos que odeiam as corps e o resto do mundo.
    • Troll Killers: formada apenas por humanos, aliança com a Humanis.

Bellevue

BellevueO bairro rico de Bellevue é habitado principalmente por humanos e elfos, quase todos afiliados às megacops e vivendo em arcologias e comunidades fechadas. Universidades, hospitais, shoppings gigantes, bons restaurantes e segurança: aqui tem de tudo que você precisa para uma vida agradável.

Agora, se você é de Redmond, não é humano ou elfo e não é rico pra cacete, então provavelmente você nunca entrou em Bellevue. Ou só viu a parte de baixo das estruturas, a zona da manutenção. Mas se anime, pelo menos de Redmond dá pra ver as cúpulas de Bellevue do outro lado do Lago Sammamish ou do muro de segurança.

Pontos de Interesse:

  • Gates Cassino: um clássico hotel-cassino da década de 20, ou seja, de antes do Crash. O Cassino tem salas de jogo reais e virtuais. O Hotel está entre os melhores do Metroplexo, com três restaurantes tops e um show de mágica famoso semi-permanente. Seguranças, drones e GELOs são onipresentes aqui, para evitar perturbações aos jogadores.
  • Thomas Vinters Biodome Winery: a mais clássica e antiga das vinícolas de Seattle, desde 1930 nas mãos da mesma família.

Redmond

Redmond 3.pngOnde os sonhos de Seattle vem morrer. Não é o slogan mais bonito de um local, mas é a pura verdade. A terra é seca e contaminada por produtos tóxicos e resíduos, em meio a ruínas de prédios antigos.

A Cavaleiro Errante não tem interesse em Redmond, então suas patrulhas na região são praticamente inexistentes, o que aumentou ainda mais a insegurança na região. Antes a Lone Star ainda se preocupava em extorquir a gente em troca de uma certa proteção (só não sei se das gangues ou deles mesmo). Agora nem isso.

A maioria das gangues controla um território de um ou dois quarteirões. Mas, se você tá aqui tem um tempo, você conhece as maiores gangues e sabe onde são seus territórios (se não conhece tá fudido, chapa).

Mapa das Gangues de RedmondGangues de Redmond

  • Brain Eaters (Touristville): negociam com equipamentos eletrônicos, reformando e vendendo equipamentos velhos para a população local. Tem perdido território nos últimos anos.
  • Crimson Crush (Central Redmond): uma das mais velhas gangues de Redmond, fundada na Noite do Ódio, em 2039, para defender seu território contra as forças policiais e o o Partido Humanis. Ela é composta apenas Orks e tem um dos maiores territórios da região.
  • Human Army (Union Hill Road): os principais inimigos do Crimson Crush. É formada apenas por humanos. Tem perdido território para os Orks.
  • Red Hot Nukes (Leste de Touristville): gangue de motoqueiros anões, controla a Rota 202 desde os anos 50. Seu símbolo é um cogumelo atômico. Jogo, contrabando e assassinatos estão na linha de atuação dos anões. Seu líder é Grinder (PS: nunca chame ele de Gimli).
  • Death Heads (Highway 520): outra gangue de motoqueiros. Essa é relativamente nova no cenário. Tráfico de drogas e contrabando. Além de proteção cobrada de quem passa pela auto-estrada. Sua líder é uma ork chamada Fusion.
  • Head Hunters (Avondale Road): uma gangue de motoqueiros formada por humanos. São antigos inimigos dos anões do Red Hot Nukes e tiveram uma disputa de território com os Death Heads recentemente.
  • Halloweeners (Sul de Touristville): o chapter de Redmond dos Halloweeners não é tão grande quando os outros, mas tem crescido nos últimos anos, avançando sobre o território dos Brain Eaters. Seu líder é o insano Carn-Evil, que se veste como um palhaço demoníaco.
  • Rusted Stilettos (Glow City): quem quer dominar uma área radioativa? Resposta: os Rusteds. Uma gangue majoritariamente de trolls e orks, todos fisicamente ou mentalmente insanos. Eles parecem que saíram de Mad Max 19 (o clássico de 41). Até o crime organizado tem medo desses malucos. A área de atuação deles vai do tráfico de chipes BTL, contrabando e proteção, até ataques a outros territórios. Os caras são uns bárbaros. E radioativos. Fique longe!
  • Spiders (Brain Heaven – mas já controlaram toda a região): eram a maior gangue da área nos anos 60, depois da queda da Universal Broterhood. O tempo deles passou um pouco. São estranhos e perigosos. Sua líder era uma xamã, chamada Widow. Não sei se ainda tá lá ou se já foi pro saco. Eles caçavam espíritos de insetos. Bizarro… Mas bizarro é comum em Redmond.
  • 162s (Crash Zone): uma gangue de ghouls. Dizem que eles vendem órgãos extraídos dos “voluntários”… aquele pessoal azarado que cruz com eles. E depois os vendem para o sindicato Tamanous – uns escrotos que atuam no negócio de tráfico de órgãos.

Locais de interesse:

  • Body Mall: um antigo hospital, perto de Glow City, ocupado por um coletivo de tecno-artesãos que vendem cyberware e modificações corporais. Sem seguro, por sua conta e risco. Mas, pelo menos é barato.
  • Glow City: ao redor do lago Beaver, sob as sombras das ruínas da Usina Nuclear Trojan-Satsop, fica o cortiço contaminado cheio de mutantes de Glow City. Mutantes e contaminação = fique longe.
  • Selva de Plástico: fica no norte de Redmond. Uma série de estufas mantidas por comunidades de fazendeiros. Os fazendeiros trocam sua produção por armas, munições e suprimentos.
  • Porão da Barganha: é a feira de Redmond, um mercadão que se estende por ruas e ruas do que já foi a região com os melhores condomínios de Redmond quando ali era um centro tecnológico antes do Crash de 29. Tudo que é ilegal e ilícito você pode negociar aqui. A Máfia e a Yakuza vendem suas mercadorias aqui. Policiais corruptos da Cavaleiro Errante descarregam suas “apreensões” aqui. O dono do território, Frank Barosky, é um ex-policial da Lone Star e emprega vários ex-seguranças que faziam parte da empresa. Ele garante que todo mundo fique feliz: a máfia, os Yakuza, a Cavaleiro Errante.
  • The Jackal´s Lantern: sede não-oficial dos Hallowenners em Redmond. Uma mistura de péssimo serviço, perigo, decoração de filme de terror, música ruim, mas que estranhamente está sempre cheia. Fica numa vizinhança perigosa… quer dizer fica em uma parte ainda mais perigosa de Redmond.
  • The Funhouse: eu já te disse que tem um dragão em Redmond? Pois é, o dragão Urubia fez sua toca em um conjunto de 4 torres residenciais de baixa renda. Dizem que ele mora no topo de uma delas. É uma das zonas mais seguras de região, afinal ninguém quer incomodar um dragão.
  • Hollywood Correctional Facility: a prisão de Redmond, entupida de criminosos. O único lugar em que você pode encontrar policiais da Cavaleiro Errante em Redmond. Lugarzinho perigoso. Boa sorte se você parar lá. Apesar disso, dizem que tem gente que comete um crime só para ir para cadeia e ter abrigo e comida. Acho que esses se arrependem rápido.

Figurantes

Não Derrube a Porra do Drink no Balcão

Mr T.pngMr. T, um enorme e simpático troll. Ele é um cara conhecido no submundo. Dono de um bar em Redmond – o Não Derrube a Porra do Drink no Balcão, mas conhecido pelas gangues como Não Derrube. Nos fundos do bar rola uma mesa de poder de Mr. T. que é famosa. O bar é uma fachada para o negócio principal de Mr. T. Ele é um atravessador, o intermediário entre quem quer contratar runners e o submundo. É ele quem chama os personagens para um novo serviço.

Danna SDanna S. é a barman do Não Derrube. Ela faz os melhores drinks do Distrito de Redmond… ou pelo menos é o que ela diz. Ela também não leva desaforo de cliente para casa e mais de um bêbado inconveniente já foi jogado para fora do bar por ela.

Inline image 2Happy, o porteiro e leão-de-chácara mal-humorado do Não Derrube. Talvez seja o fato de ser um anão e mais baixo do que a maioria de seus clientes que provavelmente contribui para o mau-humor de Happy. Ou talvez seja porque lhe deram o apelido de um dos Sete Anões… Ninguém nunca viu Happy de barba. Mas não se engane, Happy pode ter um pouco menos de 1,50, mas seu soco é pesado.

Touristville

SarahSarah. Elfa. Bartender na filial da famosa rede de cafeterias Soybucks em Touristville, Redmond. O local tem um ambiente descolado e cafés caros para aqueles de Redmond que querem se sentir em Downtown (e para os turistas que preferem não comer a comida local).

FusionFusion  é a líder da gangue de motoqueiros Death Heads, que pratica tráfico de drogas, contrabando e proteção de quem passa pela auto-estrada 520.  Fechada e não gosta de brincadeiras. É magra para uma ork, mas um olhar atento vê que ela é só músculos e parece ser bem ágil.

BaxBax é um anão e pequeno (no pun intended) traficante das ruas de Touristville. Ex-médico, não gosta de falar como acabou nas ruas. Prefere receber seus pagamentos em credstick. Fã de trídeos de ação, especialmente de Velozes e Furiosos.

Cold WinterCold Winter. Velho Xamã humano da tribo dos Cascade Crow. Misterioso como só um velho xamã consegue ser. Dizem que sua língua fere mais que seus feitiços.

Hollywood

GrinderGrinder. Motoqueiro líder dos Red Hot Nukes. Gosta de explosivos, de motos grandes e de velocidade.

Ted Ted. Dono da Rigger Facilities, uma pequena empresa de modificações, conserto e vendas de equipamentos usados por riggers. Já trabalhou para  uma grandes subsidiária local da Aztecnologia, mas acabou desempregado quando a fábrica local fechou e os empregos foram transferidos para Aztlan. Por causa disso tem uma certa raiva dos aztlantianos.

O Crime organizado

Ayanami Ayanami é uma shingiin (conselheira legal) da Yakuza. Mora em Bellevue. Sua voz é suave e agradável. Sempre protegida por dois seguranças japoneses da yakuza. Um deles é um samurai urbano com vários cibernéticos aparentes.

Frank Barosky Frank Barosky é um ex-tira da Lone Star e controla o Porão da Barganha, usando uma equipe de ex-policiais corruptos extremamente violenta. Ele mantém a paz em troca de uma taxa de todas as lojas do Porão.

Dracna Dracna é uma anã receptadora. Se você quer vender alguma coisa e não tem prova de propriedade, ela não se importa em comprar. Sua loja fica na Praça da Maozinhã, no Porão da Barganha.

Bellevue

Kaleb Kaleb. Rico traficante de drogas em Bellevue. A droga que ele revende normalmente vem de Redmond, transportada por humanos que fazem a ponte entre a favela e o bairro rico. Sua residência, em uma cobertura de um alto prédio em Bellevue, tem uma linda vista do lago Washington.

Pat 04 Pat. Infodealer. Misterioso, não se sabe nada sobre sua vida.. As vezes aparenta ser um elfo, embora as orelhas sejam meio exageradas e talvez sejam falsas. As únicas coisas que se sabem sobre Pat é que seu entretenimento favorito parece ser música neoeletrônica e ele sabe sobre muita coisa que acontece em Seattle, muita coisa mesmo.

Mr. Johnsons

Mr. Johnson 01 Mr. Johnson. Não há muito que dizer. Ele pelo menos é mais simpático do que a maioria dos Johnson. Mas não se engane, ele não está nem aí para você e vai lhe sacrificar com um sorriso nos lábios se isso lhe servir.

Mr. Johnson 02 Mr. Johnson. Um Johnson elfo, ou seja, prepotência e desdém ao quadrado. Ele vive em Bellevue, tem negócios em Downtown, e odeia ter de pisar em Redmond e sujar seu terno Armani. O que significa que você vai ter de ir ao encontro dele. Pelo menos ele paga o jantar em restaurantes maneiros. Acho que ele se diverte com o olhar dos outros clientes para os runners.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s